Campanha: Seja um Agente da Diversidade

tag_diversidade.jpg

Objetivo é combater a discriminação e promover a inclusão no local de trabalho

A Campanha de Valorização da Diversidade, conquista da categoria bancária nas mesas de negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), foi iniciada no dia 15/07, e visa combater a discriminação e promover atitudes inclusivas e oportunidades igualitárias no ambiente de trabalho. Para isso, a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) está preparando uma série de matérias e vídeos para orientar os bancários e bancárias sobre como se tornar um agente da diversidade.

A página “Campanha da Diversidade” foi criada para divulgar conteúdo informativo, estudos e dados sobre a realidade do setor bancário, na qual os trabalhadores ainda enfrentam muita discriminação. O objetivo é desconstruir a cultura discriminatória que ainda persiste no sistema financeiro e na sociedade brasileira.

Segundo Rosalina Amorim, secretária de Políticas Sociais da Contraf-CUT, “É preciso informar não só a categoria, mas toda a sociedade sobre a importância da diversidade. Num mundo com mais de 7 bilhões de habitantes, a diversidade traz muitas oportunidades, porém o obstáculo da desigualdade as tornam difíceis de serem conquistadas”, afirmou.

diversidade

A Campanha também tem como objetivo sensibilizar e incentivar as pessoas a se tornarem Agentes da Diversidade em todos os ambientes da sociedade. Desta forma, cada agência bancária terá um representante responsável por promover os debates sobre diversidade.

“Valorizar a diversidade é respeitar todos como são. Só assim conseguiremos driblar as dificuldades do preconceito e da exclusão. É preciso que todos tomem consciência da importância de lutar para combater a discriminação. Cada um pode fazer a sua parte sendo um agente da diversidade onde estiver”, incentivou Almir Aguiar, secretário de Combate ao Racismo da Contraf-CUT.

A campanha acontece até outubro, após a aplicação de questionários à categoria do 3º Censo da Diversidade. A previsão é a de que os resultados sejam tabulados e analisados de novembro a janeiro e a divulgação seja feita em fevereiro de 2020. O cronograma foi definido pelo Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban, durante a mesa permanente de igualdade e oportunidades, do dia 10 de abril deste ano, em São Paulo.