Justiça manda Santander voltar atrás em demissão na pandemia

124176d7-b63d-4bfb-98b7-d792d2fb7d4d.jpeg

O Sindicato dos Bancários de Teresópolis, através do escritório conveniado Machado Silva& Palmisciano, obteve liminar em processo que buscava reintegrar bancária com mais de 10 anos no banco, que foi acometida pelo COVID-19 no ambiente de trabalho, e ao retornar do afastamento, foi cruelmente demitida pelo Banco Santander. Em uma vitoriosa decisão, a juíza da 1ª Vara do Trabalho de Teresópolis determinou a imediata reintegração da bancária, mantendo-se todos os seus direitos e garantias adquiridos do contrato de trabalho, como a manutenção do plano de saúde. O banco terá 48 horas para cumprir a decisão e estará sujeito a multa de R$ 500,00 por dia se não o fizer.

#BancosParemAsDemissões
#QueVergonhaSantander
#BancáriosTeresopolis

86d7c0b6-42e7-4082-8858-db26a34f3654d49c6469-f2db-4e55-9ae1-6947ea0e2a2537ea6ef7-84d1-44a4-abb8-8d53e70fbe24

Fonte: Sindicato dos Bancários de Teresópolis.

 

 

 

Gostou? Compartilhe agora: