Bancários vão às ruas em defesa da soberania nacional, nesta sexta (20)

dia-20-1.jpg

Mobilização é convocada pela CUT e demais centrais sindicais, junto com as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) participa, nesta sexta-feira (20), do Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência, em defesa do emprego, dos direitos sociais e trabalhistas, do clima e contra a destruição do país. A mobilização é convocada pela CUT e demais centrais sindicais, junto com as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, e acontecerá em todas as regiões do país.

A ameaça do governo Bolsonaro ao programa Minha Casa, Minha Vida, e às empresas públicas e bancos públicos do país visa acabar com os empregos e com a economia das cidades onde estão instaladas.

Com a votação da reforma no Senado marcada para a próxima terça-feira (24), o dia 20 será dedicado para atividades, como: assembleias, reuniões, plenárias, reuniões e encontros com as categorias para debater a reforma da Previdência, os direitos trabalhistas no Brasil e também sobre o clima, o desmatamento e as questões ambientais.