Fetraf-Rj/Es elege diretoria para 2018-2022

congresso.jpg

A Fetraf-RJ/ES realizou nos dias 29 e 30 de junho o XIII Congresso Ordinário Eleitoral para definir a diretoria que ficará à frente da entidade até 2022. O atual presidente, Nilton Damião Esperança, foi mantido no cargo para mais um mandato, que se inicia em 28 de setembro.

A realização do congresso para eleição da nova diretoria é uma reafirmação de que o movimento sindical não pode ceder aos ataques. A reforma trabalhista atacou os sindicatos, retirando-lhes atribuições e permitindo a negociação individual, os acordos por empresa através de comissões de local de trabalho e o fim da homologação obrigatória das demissões. Estas medidas têm por objetivo afastar os trabalhadores de suas entidades representativas pra enfraquece-los, deixando-os à mercê dos patrões. Outro ataque foi o fim da contribuição sindical obrigatória, que garantia a sustentação das entidades. Embora a CUT seja, desde sua fundação, contrária à contribuição compulsória, os sindicalistas entendem que não é aceitável impor uma mudança tão profunda de um dia para o outro, sem determinar um prazo para adaptação.

A diretoria eleita tem clareza dos desafios inéditos – e imensos – que terá que enfrentar. “Todos sabemos sobre as dificuldades que teremos diante uma conjuntura político-econômica muito complexa e desfavorável para a categoria bancária, diante da Reforma Trabalhista, além da Reforma da Previdência, que está pendente e na dependência do resultado das eleições para o legislativo e o executivo.

Apesar da situação presente ser dramática, os anos anteriores também não foram um mar de tranquilidade, mas a experiência ainda é a melhor forma de aprendizado. “Ouvimos as críticas e elogios sobre a gestão atual apresentados por todas as correntes de pensamento presentes. O que foi dito servirá de base para aperfeiçoarmos a próxima gestão”, anuncia Nilton. A participação de todos os dirigentes e da base da categoria é fundamental para, neste momento de adversidade, impedir os retrocessos e ampliar conquistas. Desejo que tenhamos um mandato de luta, perseverança e, principalmente união, nessa próxima jornada. Nosso objetivo não é apenas equiparar direitos e ampliar as conquistas de todos os trabalhadores que fazem parte do processo de intermediação financeira, mas também contribuir no debate e nas negociações sindicais de toda classe trabalhadora”, acrescenta o presidente reeleito.

Fonte: Fetraf-Rj