Dia Nacional de Luta contra demissões no Itaú nesta quinta, 17/11

12612194756.jpg

Funcionários participam de mobilizações contra a onda de demissões no banco

Bancários do Itaú se mobilizam em todo o Brasil, nesta quinta-feira (17), contra as demissões no banco. O Itaú lucrou R$ 5,394 bi no terceiro trimestre deste ano, mas continua fechando agências e demitindo. Nos últimos 12 meses foram cortados 2753 postos de trabalho e fechadas 207 agências no País.

Em Teresópolis foi distribuído o Jornal Itaunido em todas as agências da base

20161117 itaunido

Segundo a análise do Dieese, a cobertura das despesas de pessoal pelas receitas secundárias do banco foi de 151,2%. As receitas com prestação de serviços mais a renda das tarifas bancárias cresceram 8,8% em doze meses e somaram R$ 24,6 bilhões. Mesmo com altíssimo patamar de rentabilidade – muito acima do que se verifica no sistema financeiro internacional – e lucrando muito em meio a profunda crise econômica que o país atravessa, o banco continua sem assumir o compromisso com o emprego dos funcionários, num momento em que a responsabilidade social é fundamental para que o Brasil volte a crescer.

“O banco domina o mercado brasileiro, cresce internamente e na América Latina, sua rentabilidade é altíssima, conforme mais uma vez demonstrado no último balanço, mas reduz postos de trabalho nas agências de “tijolo” o que aumenta a pressão e piora as condições de trabalho. A decisão de investir em agências virtuais reduz o emprego, enquanto há sobrecarga de trabalho para os bancários e atendimento ruim para a população”, afirma Jair Alves, coordenador da COE-Comissão de Organização dos Empregados.

A Contraf-CUT solicita que sindicatos e federações enviem fotos e informações sobres as mobilizações desta quinta-feira (17). “Só a Luta te Garante”.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *